2006/10/29

Autocarro Empresa de Transportes do Zêzere, Lda (?)

Empresa de Transportes do Zêzere, Lda - Fotógrafo desconhecido
Nesta fotografia aparece um daqueles autocarros com formato todo aerodinâmico que, há uns 50 anos atrás, eram usados para realizar passeios pelo país e para ir às mais variadas romarias.
O autocarro que aparece na fotografia está decorado na grelha com pedaços de ramos de arvores/plantas, no tejadilho aparece um cabaz (parece que há mais...) e um garrafão de vinho - prova de que a viagem era para uma festividade.
É possível ler por cima dos vidros dianteiros as palavras "Barroca" (do Zêzere) e "Fundão". Estas palavras levam-me a pensar que se trata de um autocarro da "Empresa de Transportes do Zêzere, Lda", pelo menos falaram-me na existência desta empresa, coisa que ainda tenho de tirar a limpo!
Uma última (mas pequena) pista é a matricula: ??-14-2?
Alguém conhece a marca do autocarro?

Comments:
Poderia ser uma excelente foto se estivesse enquadrada na horizontal! Também estou curioso em relação à marca do autocarro mas pelo estilo das janelas de visualização das localidades (duas por cima do pára brisas)poderia apostar na Leyland. Porém a grelha não me parece que tenha a ver com a Leyland mas por outro lado essa grelha não parece original do autocarro pois não forma um conjunto esteticamente harmonioso... Talvez seja a grelha de um Guy...
Em relação à empresa eu nunca ouvi falar nessa do Zezere mas também não sou nenhum entendido no assunto. Tendo em conta as localidades escritas no autocarro não me espantaria que o autocarro pertencesse à Companhia de Viação de Cernache do Bonjardim (perto da Sertã)que nos anos cinquenta era a principal empresa de camionagem da zona centro (do litoral ao interior). Eu conheço a localidade, a antiga central de camionagem que agora é uma oficina da RBI e também já vi muitas fotos dos seus autocarros e acho que já vi o aqui apresentado algures por lá...
 
Já agora, onde é que vê o garrafão do vinho???? Acha que os portugueses daquele tempo levavam os garrafões no tejadilho? Óbviamente que teriam que viajar dentro da cabine juntamente com os donos. As viagens naquele tempo davam muita sede, a poeira das estradas (visível no autocarro)secava muito as gargantas daquele tempo...
 
Boas,
Não sei se repararam mas pode ler-se "barroco" (barroca?) no topo das janelas. Uma pista da companhia de viação? :)
Quanto ao modelo, parece realmente britânico e a grelha é algo desproporcionada. Não parece original. Anos 40 ou 50?
Abraços
 
Afinal o autor leu o mesmo que eu. Só depois verifiquei.
 
Caro João e JC, obrigado pelos comentários!
Em relação ao que é dito:
- O enquadramento da fotografia é o que é apresentado. De facto, se estivesse na horizontal poderia ajudar muito.
- A "Empresa de Transportes do Zêzere, Lda" foi adquirida nos anos 70 pela Companhia de Viação de Cernache do Bonjardim.
- O garrafão de vinho parece estar logo à frente na grelha do tejadilho. Há uns anos os garrafões eram forrados a verga. Se não é um garrafão, será um cesto. De facto o garrafão devia viajar dentro do autocarro... Mas acredito que essa função estivesse guardada para um de 5 litros, mais fácil de manusear (o do tejadilho será de 10 litros...)...

Acredito que uma conversa com pessoas de mais idade na Barroca do Zêzere poderá resolver este mistério!
 
Caríssimos,

Este autocarro é um Chevrolet da Empresa de Transportes do Zêzere.
Matricula: UU-14-28 ( ex- Virgilio Pereira de Sousa, de Belmonte)

Cumprimentos
José Luis COVITA
 
Boa noite , empresa transportes do Zêzere pertencia ao Sr. Manuel Antunes , que na altura também possuia uma famosa paderia na Barroca (do Zêzere ) . Para quem conhece a Barroca , mesmo no cruzamento onde já existiu uma oficina de serralharia civil e que actualmente existe algo que não me recorda o quê , era a garagem da então famosa Empresa .
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
he um bonito autocarro na minha ideia pelo simbolo da grelha da frente deve de ser u,a chrisler ou dodge
um abraço au pessoal da barroca do paulo bento de geneve-suiça
 
O que é isso, ó João? Cernache do Bonjardim perto da Sertã? É ao contrário, rapaz, a Sertã é que é perto de Cernache do Bonjardim... eheheheheheh.

Confirmo que os garrafões de vinho, de 5 litros, iam no tejadilho nesse tempo. Dentro do autocarro só havia espacho para o esqueleto...

Sou ex-aluno dos anos 50 da então grande instituição de ensino que foi o Instituto Vaz Serra em Cernache do Bonjardim, também à época de propriedade do Líbanio Vaz Serra, o dono da Viação Cernache.
 
Sou ex-aluno dos anos 50...
posted by Anónimo : 9:59 AM

Se és ex-aluno do IVS dos anos 50, vai ao Blogue INSTITUTO VAZ SERRA - Antigos Alunos URL http://institutovazserra-antigosalunos.blogspot.com/ que vais gostar.

Ex-aluno 192
 
Anónimo disse...
O que é isso, ó João? Cernache do Bonjardim perto da Sertã? É ao contrário, rapaz, a Sertã é que é perto de Cernache do Bonjardim... eheheheheheh.

Estou contigo, a Sertã é que é perto de Cernache ahahahahah.
 
Estou convosco, a Sertã é que é perto de Cernache ahahahahah.
 
Amigos,vosses nao percebem nada do que estao a escrever...alguns andam la perto...a empresa era a antiga Empresa Transportes do Zezere, cujo dono era o tio Manuel Antunes,falecido para ai ha 35 anos,a sede era na Barroca. Faziam carreira para a Covilha, Fundao, Castelo Branco, Penamacor,e outras aldeias da Beira Baixa.Os tempos aureos foram no tempo do wolframio, portanto na altura da 2. Guerra mundial,em que a unica maneira de subsistencia para aquelas gentes era realmente o saltipilha, que era a maneira de tentarem surripiar algum wolframio a B T W,que era a empresa que explorava a extracao do mesmo.
Para ai na decada de 70 ,a empresa realmente foi vendida a empresa Cernache do Bonjardim.
No edificio do tio Manuel Antunes, por de baixo da casa havia a garagem onde cabiam duas camionetas,que nao eram obviamente muito grandes,e e que transportavam ao mesmo tempo passageiros e porcos, que as pessoas iam comprar ao mercado do Fundao a segunda feira. A casa esta nesta altura a ser remodelada,penso que para turismo rural, por um seu neto que e arquiteto,e deve por esta altura estar quase concluida.
Penso que com este comentario.e porque alguem dizia que talvez alguma pessoa da Barroca pudesse esclarecer melhor,e como eu sou natural dessa lindissima aldeia,penso ter contribuido para esclarecer.
QUIM MATIAS
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?